Prefácio

Blogue dedicado ao surrealismo, com particular destaque para o movimento literário português.

O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido primariamente em Paris dos anos 20, inserido no contexto das vanguardas que viriam a definir o modernismo, reunindo artistas anteriormente ligados ao Dadaísmo e posteriormente expandido para outros países. Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939), o surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na actividade criativa. Os seus representantes mais conhecidos são Max Ernst, René Magritte e Salvador Dalí no campo das artes plásticas, André Breton na literatura e Luis Buñuel no cinema.

Histórico

Escreva!

Tem alguma coisa a dizer? tem algum poema ou texto surrealista que queira mandar? Não se acanhe, entre em contacto!

ricardopvalente (arroba) gmail.com

O Grupo Literário do Algarve

Photobucket
Outros Poetas de quem gostamos: Almeida Garrett, Alexandre Herculano, Camilo Castelo Branco, Soares dos Passos, João de Deus, Antero de Quental, Gomes Leal, Guerra Junqueiro, Cesário Verde, António Nobre, Camilo Pessanha, Ângelo de Lima, Augusto Gil, Teixeira de Pascoaes, António Corrêa d'Oliveira, Ricardo Reis, Fernando Pessoa, Alberto Caeiro, Álvaro de Campos, Mário de Sá-Carneiro, José de Almada Negreiros, Américo Durão, Florbela Espanca, António Botto, Edmundo Bettencourt, José Gomes Ferreira, Vitorino Nemésio, José Régio, Saúl Dias, Pedro Homem de Mello, António Gedeão, Adolfo Casais Monteiro, Ruy Cinatti, Sophia de Mello Breyner Andresen, Jorge de Sena, Sidónio Muralha, Raul de Carvalho, Carlos de Oliveira, Egito Gonçalves, Natália Correia, Alexandre Pinheiro Torres, António Ramos Rosa, Eugénio de Andrade, Alexandre O'Neill, Daniel Filipe, Victor Matos e Sá, António Maria Lisboa, Fernando Guimarães, Fernando Echevarría, Isabel Meyrelles, Albano Martins, Eugénio Lisboa, E. M. de Melo e Castro, Cristóvam Pavia, António Osório, Ruy Belo, Pedro Tamen, Manuel Alegre, Alberto Pimenta, Fernando Assis Pacheco, Maria Teresa Horta, Armando Silva Carvalho, Fiama Hasse Pais Brandão, Luiza Neto Jorge, Sebastião Alba, Gastão Cruz, Inês Lourenço, Vasco Graça Moura, Manuel António Pina, José Alberto de Oliveira, Al Berto, José Agostinho Baptista, Eduardo Pitta, Nuno Júdice, Luís Filipe Castro Mendes, Rosa Alice Branco, Carlos Poças Falcão, Carlos Saraiva Pinto, Ana Luísa Amaral, Luís Miguel Nava, Jorge de Sousa Braga, Luís Adriano Carlos, Maria do Rosário Pedreira, Adília Lopes, Daniel Maia-Pinto Rodrigues, Fernando Pinto do Amaral, Francisco Duarte Mangas, Francisco José Viegas, José Tolentino Mendonça, João Luís Barreto Guimarães, Jorge Melícias, Daniel Faria, Beatriz Reina, valter hugo mãe, José Mário Silva, Pedro Mexia, Joaquim Cardoso Dias, José Luís Peixoto, Jorge Reis-Sá e Pedro Sena-Lino.

sobre as ideias

.

Quando o sábio me disse

que nunca haveria duas sem três,

eu perguntei-lhe se poderia haver

três sem duas. Ele nada me disse,

e eu continuei pensando

as minhas ideias tri-siamesas.



Tiago Nené

5 comentários:

Filomena Barata disse...

nada saberá o sábio dizer; apenas lhe restará sentir que o pelo estragado da gata se deve às filhas que sonhou.

van disse...

só o TN se lembraria de escrever um poema destes! mais ninguém!

Zezé disse...

Isto é um plágio descarado de um poema do Tiago Xexé.

bláblops e estriclofaites disse...

e não é disse! É disseram, porra!!!

O que isto é... é muito bonito!
É muito lailai...
Passei por aqui neste berlogue e é só neo-surrealistas de nomeada.
Este Tété então...
É um jovem poeta, diz ele... e eu, mordo-lhe os calcanhares!

Ser jovem não requer explicação, agora mandar de nomeada de poeta... é lailai... bláblops, estriclofaites!

"Quando vi a gazela pasmar-se num espelho logo me lembrei de empunhar a caneta que à sombra do orvalho embrutecia."

"Arranquei-lhe as penas e delas fiz o que resta de um condão."

"Aos chifres dei-lhes mel para que me curassem no cemitério."

"Agraciei em escape uma faca que sagazmente recuso o fio. Se não é não a corta nem mesmo cordeiros vi. "

"Passaria aqui a noite, se a droga não me faltar, acordo e pinto minha tela onde espero nunca te ver"

Ai ai... dou um peido debaixo dos lençois e puxo o ar pelas tuas ventas...

Ó rapazinho?
Já te apertaram o rabo?
Vou-me embora devagarinho,
não quero ser mal-educado.

Arre porra!

As minhas sinceras desculpas por ter feito deste amigo o meu bode inspiratório.

Obrigado.

Continua rapaz, até gosto da tua litera! Tu! Instântaneo Deus Sol!

日月神教-任我行 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,性感影片,正妹,聊天室,情色論壇